segunda-feira, 5 de abril de 2010

Particularidades da pobreza humana

Seu Renato vivia tranquilamente em sua casa  que apesar bonita, tinha uma janela velha e insegura. Mas isso não lhe incomodava. Pensava em comprar comida, livros, roupas e pagar as contas; a janela... pelo menos estava no lugar. Um dia sua casa foi saqueada e levaram muitos dos seus pertences. Seu Renato prestou queixa na delegacia e deitou falações na segurança, não a da sua casa, mas a do lugar onde morava. Mesmo criticando veementemente as policias, esperava reaver, através delas, é claro, os objetos furtados. Cansado de esperar, pois-se a criticar ainda mais o sistema. Quando cansou, resolveu então, não só trocar a velha janela, como por grades em todas elas.
Expedita, logo pela manhã - era por volta das 8h - recebia a visita de um estranho que lhe oferecera pela bagatela de R$ 15, um ventilador que miseravelmente valia R$ 40. ‘Chorou’ para ficar por R$ 10, mas quando viu a relutancia do vendedor, resolveu compra-lo e “sem nenhuma maldade”, a “coitadinha” encomendou-lhe outro o mais rápido possível. Ao tomar conhecimento que o objeto que acabara de comprar havia sido roubado e ela seria obrigada a devolve-lo, praguejou a justiça e gritou para os quatro cantos que pobre no Brasil não tinha vez.
Ednei vivia ocioso, havia muito tempo esperava um emprego. Vivia biscateando; um servicinho aqui, outro ali. Somente o suficiente para defender, quando dava, um mísero trocadinho para o cigarro, a pinga e o restinho para o jogo de cartas. Certo dia - “aleluia!” - chegara enfim, a vaga que tanto esperava. Era numa empreiteira que estava a construir um predio novo para a prefeitura local. Então, munido dos documentos que possuia, lá se foi  em busca do “emprego”. Registrado, começou a atuar como vigilante, aceitando sem muito boa vontade o dever de bater cartão todos os dias. Porém, no primeiro domingo em que fora escalado para o trabalho, não resistiu à esbórnia e “jogou pra cima”. Na segunda feira, o “pobre” do Ednei era mais uma vítima do desemprego nesse país. 
_Seu Renato achava que o imposto que pagava ao Estado lhe permitiria uma segurança plena, ao ponto de viver sem precisar gastar o seu precioso dinheiro com consertos de janelas e portas.
_Expedita cria de forma indubitável, que sua condição de pobre senhora carente lhe daria o direito de dar golpe nos golpistas.
_Ednei queria emprego, mas precisava da esbórnia para tocar a vida.

Êêêitha povo sofrido, meu Deus!


Jairo Cerqueira

9 comentários:

Gookz disse...

sofrido nada, gente que reclama e não faz nada pra mudar...
acha que a oportunidade é como uma bola que quando a ganham lhe dão um chute...

R. Marcchi disse...

É meu amigo!! Esse é o 3x4 da paisagem de no País. Só existe roubo porque existe quem consuma o fruto desse roubo, se achando em "vantagem" econômica. Muita gente quer emprego e, quando o acha, vive dando desculpas para nçao ir trabalhar até que um dia fica desempregado de novo.

Realmente nosso povo é coitado! Se levarmos em consideração que "coitado" vem de "coito" e que coito, no popular, é "foda", é só fazer as contas.

Abraços mil,

R. Marcchi

Rejane disse...

Já disseram tudo aí em cima kkkkkkkkkkkkkkkkkk
Boa noite!!

Rejane disse...

Simmmmm, obrigada pela visita!!
Um abraço!

Jairo Cerqueira disse...

Valeu, pessoal. Voltem sempre!

Juscelino V. Mendes disse...

E se ele estivesse em Niteroi, ainda ouviria do Governador, que todos são culpados por tudo isso, inclusive ele próprio, o cidadão, que devia cuidar melhor de seus pertences!
É o fim da picada e começo de outra, meu caro!
Abraço. Excelente o seu texto.

Conclusiva disse...

Estou embusca de novidades sobre o PAGERANK e sempre que dou uma passada aqui encontro novidades.
Meu grande amigo, eu estou divulgando meu blog em varios site para que tenha uma boa pageRank.
Eu acho que o Google começa indexar sites pelo email de criação.
VEJA MAIS NESSE POSTAGEM.
http://conclusiva.blogspot.com/2010/02/o-segredo-da-google-em-dois-passos.html

Conclusiva disse...

Estou embusca de novidades sobre o PAGERANK e sempre que dou uma passada aqui encontro novidades.
Meu grande amigo, eu estou divulgando meu blog em varios site para que tenha uma boa pageRank.
Eu acho que o Google começa indexar sites pelo email de criação.
VEJA MAIS NESSE POSTAGEM.
http://conclusiva.blogspot.com/2010/02/o-segredo-da-google-em-dois-passos.html

Luciano Zamboni disse...

Jairo, excelente texto.
A mulher de seu exemplo pagou caro por um ventilador roubado.
É um problema, quando repassamos coisas usadas, nem sempre damos as notas, o que é um erro.
Ótima visão de uma triste realidade.

Um abraço